CNASI RESPONDE A LULA PORQUE SERVIDORES DO INCRA FAZEM GREVE

Em ofício encaminhado, nesta quinta-feira (24/6), à Presidência da República, a Confederação Nacional das Associações dos Servidores do Incra (Cnasi) esclareceu ao presidente Luís Inácio Lula da Silva as causas que levam os profissionais da autarquia realizarem greves.

O documento informou que o Incra teve suas atribuições ampliadas enormemente, quando o quantitativo de famílias assentadas saltou de aproximadamente 200 mil para quase um milhão, ou seja, cerca de 3,5 milhões de pessoas assentadas em mais de 8,3 mil Projetos, ocupando uma área equivalente a 84 milhões de hectares.

Foi destacado ainda que o Incra atua também nos processos de discriminação, regularização e arrecadação de terras públicas, além de um elenco de ações inerentes ao cadastro de imóveis rurais e ao ordenamento fundiário do País, envolvendo uma área superior 500 milhões de hectares.

O texto procurou explicar ao presidente da República que mesmo com uma grande quantidade de atividades/atribuições o Incra tem um pequeno quadro de servidores e que eles são muito mal remunerados. As greves dos servidores estão relacionadas a essas disparidades.

 

Confira abaixo a íntegra da resposta da Cnasi

Senhor Presidente,

Chamou a atenção dos servidores do INCRA – autarquia que em 9 de julho próximo completa 40 anos, a vossa atitude, no lançamento do Plano Safra 2011, em 16 junho do corrente, ao proferir a frase: “Não é fácil o trabalho no Incra, porque todo dia tem uma greve no Incra. Pense num povo que gosta de fazer greve. O pior é que eles fazem greve para a gente perceber que eles estão em greve. Por isso, poderia ter sido muito melhor”.

Ao julgar intempestivamente as quatro greves que os servidores do INCRA fizeram no curso dos oito anos do vosso Governo, até porque ninguém é masoquista para fazer greve todos os dias, queremos dizer, de forma mui respeitosa, que o ilustre Presidente esqueceu-se de considerar os seguintes fatos:

a) Que o INCRA, a despeito de seu relevante papel como órgão executor das ações de reforma agrária e ordenamento fundiário – essenciais ao provimento das necessidades dos povos do campo, no que tange à estruturação de uma nova ordem sócioambiental, pilar de relações mais equilibradas (homem, terra e meio ambiente) -, está a demandar, por parte do vosso Governo, maior atenção a disponibilização dos meios de que necessita para o seu pleno funcionamento.

b) Que os reconhecidos esforços do vosso Governo em aparelhá-lo para cumprir essa missão têm, infelizmente, se mostrado insuficientes à superação do esfacelamento a que o INCRA foi submetido nesses últimos trinta anos – extinção e restabelecimento parcial -, agravado  pela continuada redução de seus recursos humanos, materiais e financeiros, os quais têm se mostrado sempre  aquém do necessário ao provimento das demandas por serviços que lhe são encaminhadas em ritmo célere.

c) Que nessas duas últimas décadas, o quantitativo de famílias assentadas saltou de aproximadamente 200 mil para quase 1(um) milhão, ou seja, cerca de 3,5 milhões de pessoas assentadas em mais de 8,5 mil Projetos, numa área equivalente a 84 milhões de hectares, a demandar assistência técnica especializada, infraestrutura física e serviços sociais básicos, entre outras ações essenciais ao desenvolvimento e consolidação desses Projetos. Somam-se a isto, os processos de discriminação, regularização e arrecadação de terras públicas, além de um elenco de ações inerentes ao cadastro de imóveis rurais e ao ordenamento fundiário do País, envolvendo uma área superior 500 milhões de hectares.

d) Que, paradoxalmente, nesse mesmo período, o quadro de pessoal do INCRA foi reduzido de quase 9 mil servidores em atividades, para os atuais 6 mil, sendo que aproximadamente 40% já reuni condições para se aposentar, o que agravará mais ainda o já precário estado funcional em que se encontra a  Autarquia. Por outro lado, mesmo não existindo estudos que melhor precisem a questão, a grosso modo, os próprios recursos orçamentários e materiais  disponibilizados, a exemplo dos recursos humanos, não têm se mostrado suficientes para atender tamanho passivo, impossibilitando a universalização da própria inclusão social a que se propõe a reforma agrária.  

Enfim, é diante desse contexto, Senhor Presidente, ante essa rápida abordagem considerando que as atribuições do INCRA, para além de serem exclusivas de Estado, são indistintamente dotadas de natureza interdisciplinar e complementar – ensejando a participação das diferentes categorias profissionais, de nível superior e intermediário, na condução consequente de sua missão –,  que os seus servidores têm realizado todas essas greves. Elas são promovidas com o propósito de chamar atenção da sociedade, como um todo, e sobretudo,  sensibilizar o vosso Governo para o necessário fortalecimento dessa Instituição, tão essencial à consolidação da democracia e ao cumprimento dos  objetivos de um Estado republicano, ou seja, de servir aos interesses públicos e coletivos.  

Por último, Senhor Presidente, queremos lembrá-lo que a nossa luta é sim pelo aparelhamento pleno do INCRA, para o cumprimento consequente de sua missão, a qual, inexoravelmente, perpassa pela melhoria de suas condições de trabalho, com o ajuste de seus padrões remunerativos, reestruturação e  estabelecimento da isonomia entre as carreiras que integram seu quadro de pessoal – condições elementares à recomposição de sua força de trabalho, em quantidade e com qualidade.  

Atenciosamente,

Diretoria colegiada da CNASI

Fonte: Ascom Cnasi

Anúncios

89 Respostas to “CNASI RESPONDE A LULA PORQUE SERVIDORES DO INCRA FAZEM GREVE”

  1. Lucivalter Lessa Says:

    A resposta foi boa até o limite e extensão dos fatos que a incitaram.
    Se nosso Presidente foi grosso e não usou os termos adequados para referências institucionais e aos seus atos legais, não nos é permitido, no emblema que corresposnde ao seu mais alto posto, nos referir em mesma instância, seja na forma ou no conteúdo, à excelência do nosso Governo, em tais tratamentos de Pessoa.

    Sejamos sábios!!! Entretanto, foi bem respondida na essência]

    • cnasilutas Says:

      Caro Lucivalter
      Houve muita discussão nos últimos sobre os termos adequados q a Cnasi usaria no comunicado. Eu pessoalmente defendi sermos mais duros. A posição de “batermos com categoria”, esclarecendo com dados as causas das greve, foi mais aceita.
      Um abraço
      Reginaldo – jornalista

  2. frazao Says:

    Muito Boa! porém infrutífera, esse nosso presidende não está nem ai.

    Galera, o que me questiono é por qual motivo paralizamos a greve se não ganhamos nada. e nem fomos ameaçado a voltar a trabalhar. estou sem entender a atitude de muita gente, precisamos intensificar novas greves, porque as eleições vem ai, e o lula com a dilma ficarão de saia justas em plena campanha servidores brigando e parado…

    ou estou errado….

  3. Leonardo Says:

    Vamos estudar para sair deste órgão que a gente ganha mais!

  4. Heron Says:

    Minha fala na assembléia foi no sentido de nos mantermos, o ano todo, mobilizados!! Não deixarmos esfriar o debate!! Com ciclos de palestras, levantamentos de dados sérios e verídicos, e não esses relatórios maquiados!!
    Afinal, por que brigar pra algo que poderá vir só em 2011??
    Temos mais de um ano para, até lá, conseguirmos algo melhor!!
    Lembremos 2007, fomos uns dos primeiros a entrar de greve, um dos primeiros a termos o ponto cortado, e umas das primeiras tabelas a termos que engolir!!!
    Sei que pode mudar o governo e nosso futuro presidente ser mais duro com os servidores, mas com argumentos e saídas viáveis para nossa causa podemos ser vitoriosos, sim!!

  5. PedroACabral Says:

    Muito bem, Reginaldo. Só falta ir para a imprensa!!!

  6. Guido Mantega Says:

    Aos servidores do INCRA,
    Queremos esclarecer que todos os servidores do INCRA já foram contemplados com ganhos salariais. Inclusive neste próximo mês está sendo disponibilizada a última parcela do aumento acordado. Salientando que o governo vem cumprindo sua parte no acordo.
    Quanto à estruturação do INCRA, relembremos que neste governo já foram realizados 3 concursos públicos para contratação de servidores efetivos, bem como temos melhorado e aparelhado a estrutura física e logistica do INCRA.
    Desta forma não entendemos o descontentamento demonstrado pela categoria dos servidores do INCRA.
    Finalmente externamos nosso apreço pelo competente trabalho que tem sido desenvolvido pelo INCRA no desenvolvimento regional deste país, sobretudo no tocante ao aprimoramento da agricultura familiar.

    • eduardo Says:

      um acordo que ficou imposto pela vossa senhoria, que com a infração desses anos, não ganhamos particamente nada, e com relação aos concursos vossa senhoria tem razão, mas quantos ja sairam do quadro do incra, dos atuais contratados (3 concursos) pelo baixissimos salarios pagos pelo incra, ai vossa senhoria tem condição e dever de comunicar o povo brasileiros e por isso e outras que a categoria dos servidores do INCRA estão descontente e se voces dos altos escalão do gverno Lula, saisse dos seus gabinetes e ar condicionados do DF e viessem para interior do brasil e conhecessem a realidade do INCRA, vcs teria uma ideia melhor dos servidores do INCRA.

  7. ribeiro Says:

    Parabéns a toda equipe da CNASI.Só espero que o analfabeto peça a alguém para ler o ofício.

  8. Analistas Adm Says:

    Parabéns pela iniciativa!
    Seria interessante dar publicidade dessa carta nos jornais onde o Presidente se manifestou: O Globo, Folha, para que os leitores saibam do nosso descontentamento!Se for possível é claro.
    Mas só de respondermos ao nosso Presida já foi de boa valia!!

  9. mestre yoda Says:

    Depois dessa fala do Presidente, alguém duvida do destino dessa Autarquia ? Com todo esse “fogo amigo”, o que vcs esperam ?
    Os nossos amigos da “velha guarda” do Incra, já fizeram o papel deles, agora vão se aposentar…Nós , que temos de 15 a 25 anos para aposentar, vamos ser realistas…Se nesse governo, que tinha um compromisso (não vou discutir o quanto…ou quanto durou…) com os movimentos sociais, nós continuamos com a “lanterna” da remuneração federal…imaginem Dilma (que tem outro “viés” ideológico…) ou o PSDB…
    sou Analista em Reforma Agrária, servidor do INCRA…pé no chão…gente.
    Cumprimento a CNASI pela luta, pela resposta ao governo. Porém, tenho filho pequeno em casa, logo ele estará em idade escolar, sei que tenho de ganhar mais …Não me venham com esse papo ideológico de ‘amor a causa da reforma agrária…”. Se temos capacidade, vamos estudar , há muitos concursos federais de nível superior pela frente. E todos sabem que vamos receber mais em 90% deles…Se temos energia para o embate…para as reivindicações…vamos levá-la a outras frentes.
    E por fim, sem querer polemizar, mas sendo sincero, com todos os riscos de ser xingado, nós Analistas ficamos no “limbo”…explico:
    A) Os agronomos sempre darão o seu “jeito”, se unirão a qualquer força , qualquer partido, qualquer ideologia, para ter AUMENTO SALARIAL e manutenção do seu “status quo”
    B) O nível médio, ah…o nível médio…a maioria está se aposentando. O governo não tem qualquer interesse nessa “faixa” de servidores…Vide o que o governo ofereceu…250 estalecas…a serem regulamentadas…SE um dia o fossem…
    aliás, contabilmente falando (desculpe a frieza dos números) , no INCRA, o nível médio representa um percentual grande de servidores…a maioria na classe especial(maior gasto, em qualquer concessão de novas tabelas). Logo, uma negociação como a nossa, atrapalhada , sem objetivos…querendo “Isonomia” e “valorização do nível médio”, iria impactar de maneira significativa, em termos de grana….
    C) Os “super Transversais”. Bem. Agora tem um vizinho de mesa que vai ganhar bem mais do que eu…agora temos um monte de amigos que vão ganhar mais. Parabéns. Deram sorte. Eu como sou azarado, vou fazer o seguinte, deixo de dirigir (não é minha atribuição legal) e não quero mais ser Assegurador de nada. (tenho certeza que os super transversais o farão por mim…)
    D) analistas. se deram mal. me dei mal. Não ganhei o aumento do ano que vem, todos rejeitaram né… Não vou me aposentar. Não sou agronomo , nem “super transversal…”…

    Fui.

    • luiz felipe Says:

      confesso que fiquei comovido com suas palavras…retratou a realidade nu e crua da situação de todos os servidores do incra….

    • Analistas Adm Says:

      Concordo com as suas palavras!Todos sabemos dessa realizade no INCRA, porém, enquanto ficarmso aqui, até passarmos em outros concursos temos que brigar por melhorias.

    • César Says:

      Reforça a idéia do Eng. Master de que devemos nos unir, compondo uma entidade a Nível Nacional, que terá como objetivo a luta pelos interesses dos servidores não agrônomos de nível superior da autarquia – ANSA, reitero, interesse dos servidores, grana, bufunfa….

      • César Says:

        Eu sei, sempre soube disso! ….rsrsrsrs
        ANSE – ASSOCIÇÃO NACIONAL DOS SERVIDORES NÃO AGRÔNOMOS DO INCRA

    • Michael Scofield Says:

      É… você tem toda razão.

      • César Says:

        Eu sei, sempre soube disso! ….rsrsrsrs
        ANSE – ASSOCIÇÃO NACIONAL DOS SERVIDORES NÃO AGRÔNOMOS DO INCRA

    • Engenheiro Master Says:

      Mestre YODA,
      Essa história de transversais é mentira, ninguém vai levar nada!
      Todos os NS do INCRA estão e continuarão no mesmo barco. Esqueçe isso. Já era (passado)!
      Quanto à estudar e passar em outro concurso, isso também é utopia para a maioria de nós, pois estamos emburrecendo no INCRA. Além do mais não é qualquer concurso que nos serve, pois apesar de ganharmos mal, ainda tem coisa pior por aí. Daí somos celetistas nos concursos que prestamos e, nestes concursos “melhores”, o nível dos candidatos também é melhor, dificultando nossa aprovação.
      Desta forma que sou da posição que devemos lutar pelo emprego que já conquistamos, ou seja, o INCRA. Porém para fazermos isto seria necessário nos unirmos somente em categoria de NS e brigar cara a cara com os peritos.
      E unidos, o governo terá de nos respeitar!
      Pela Associação dos Servidores de Nível Superior do INCRA – ANSI

  10. Eduardo Nogueira Says:

    E no ultimo parágrafo, a CNASI, volta a mencionar a isonomia!!! Acorda Brasillllllllllllll, parem com essa comversa de isonomia, será que vcs nunca vão cair na real!!!! Não passam de peso morto no INCRA, não assinam um laudo, não são responsabilizados por nada e querem isonomia??? NUNCA TERÃO!!!!! Cade a grande associação de vcs , que tanto pede isonomia e que acabou didivindo os própios analistas, em 2 3 categorias e que não representa o nível médio???? Cadê as propostas CNASI????? Vcs querem o quê afinal,????? Não cuidam nem de seus afiliados e querem vir encher o saco!!! Viva a Burrice, viva a CNASI, viva o BRASIL!!!!Abraços

    • cnasilutas Says:

      Caro Eduardo
      Infelizmente há pessoas q não veem nada, nem se elas estiverem na frente do próprio nariz. A isonomia é uma pauta lógica, coerente, eficiente e com sucesso garantido. Isso é só uma questão de tempo. A isonomia não é recusada por ninguém que seja coerente, pois prevê q pessoal do mesmo nível tenha remuneração equiparada. É isso, nada mais. Se vc não gosta da Cnasi, isso é só um problema seu. A Cnasi não tem o menor intenção de agradar ninguém – do presidente da República ao cara que limpa o chão de uma unidade avançada no Incra nos rincões do Brasil (sem desmerecer ninguém em suas atribuições). Agrônomos e outros 360 servidores fora do PL 5920 podem até se acharem desprestigiados pela Cnasi – inclusive estão exercendo os seus direitos de terem opiniões próprias. A Cnasi, como antecipou em seu comunicado, iria encaminhar o resultado das assembleia. E foi o q fez. Todas as unidades do Incra q fizeram assembleias recusaram a proposta.
      Nós, a Cnasi e muitos outros servidores, estão fazendo alguma coisa pelo Incra, seu fortalecimento e a ampliação das remunerações. E vc, o q está fazendo? Só esculhambando as pessoas? Sinto muito, meu caro, mas isso não é postura ética aceitavel, nem razoavelmente coerente.
      Mesmo assim, um abraço
      Reginaldo – jornalista

    • César Says:

      Que laudo? A maioria dos laudos de vocês, os colegas Técnicos Agrícolas assinam também. No meu caso, recolho ART e tenho ART de cargo e função. Também realizamos a análise de convênios de milhões de reais, fazemos e aprovamos editais na casa milhões também, destinados à contratação de serviços de topografia, como é o caso dos colegas agrimensores e cartógrafos do terra legal… Quanta ladainha, senhor eduardo.

    • Cyro Matavelli Says:

      Prezado Eduardo Nogueira, estou numa ordem de serviço para avaliar 5000 ha de pinus em uma área quilombola aqui em Santa Catarina. Minha ART vai estar lá e com 4 anos de Incra tennho mais ARTs que muitos Agronomos velhos de guerra no Incra que nunca pisaram na Obtenção. Convido a participar da avaliação, estamos precisando de caras bons como vc……imagino como antes dos florestais entrar no incra era avaliado florestas!!!!imagino não!!!eu sei!!!!chutômetro!!!!!!

  11. Adalberto - MT Says:

    Parabenizo a iniciativa da CNASI em responder quase que prontamente ao Presidente Lula sobre os servidores do INCRA, atitude digna de uma entidade que representa estes servidores nacionalmente, atitude que defende a integridade dos servidores e ainda demonstra que a nossa luta não é sem objetivo ou ilegítima, solicito que divulguem o máximo possível, em especial na imprensa escrita e falada, visando assim esclarecermos a toda população como realmente é a situação do INCRA na atualidade.
    Sugiro ainda, que seja formada uma comissão de Diretores e servidores e marquem pessoalmente junto a Presidência da República a entrega formal com a presença da imprensa, vamos dar visibilidade a nossa luta e mostramos a todos a realidade que vivenciamos.

  12. ribeiro Says:

    Eduardinho bichinha, tu
    és de onde penso né Tcê.

  13. HENDRIX Says:

    Cade o Lula que tava postando aqui no blog, vamos esperar a manifestação do cumpanheiro

  14. Analistas Adm Says:

    Eu gosto de ver é a mentirada:
    Presidente Lula triplica número de carreiras no Executivo
    DE SÃO PAULO

    Publicidade
    A administração Luiz Inácio Lula da Silva deixará uma herança na máquina pública mais duradoura, embora menos visível, que os aumentos do quadro de pessoal e dos salários do funcionalismo: sob pressão das corporações, foi triplicada nos últimos anos a quantidade de carreiras no Poder Executivo, informa reportagem de Gustavo Patu, publicada neste domingo pela Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL).

    Segundo a reportagem, antes criadas para as categorias da elite do serviço público, como auditores-fiscais, diplomatas ou advogados da União, as carreiras passaram a contemplar as demandas de órgãos em particular e seus funcionários de escalões mais baixos. No caso mais radical, um único hospital, o das Forças Armadas, reúne hoje três carreiras exclusivas.

    De 2002 para cá, saltou de 31 para 108 o número de carreiras civis listadas na Tabela de Remuneração dos Servidores Federais, publicada periodicamente pelo Ministério do Planejamento.

    A reportagem informa que os registros podem conter alguma imprecisão –a pasta, que não forneceu dados oficiais para 2002, informou contabilizar 129 carreiras atuais, sem detalhar os critérios. Qualquer que seja a taxa, porém, a proliferação é evidente. Ela é acompanhada pela multiplicação dos diferentes tipos de cargos citados no índice da tabela federal de remuneração, nem todos vinculados a carreiras. Eram 97 no início da administração petista; são 317 agora.

    OUTRO LADO

    O governo Lula buscou reduzir as diferenças entre o topo e a base da pirâmide salarial do funcionalismo, afirma Marcela Tapajós, diretora de Relações de Trabalho. “O serviço público estava extremamente elitizado.”

    Por esse raciocínio, as carreiras de nível superior proporcionavam aos servidores vantagens muito superiores às dos demais. Hoje, aponta ela, cargos e carreiras de níveis intermediário e auxiliar têm salários bem superiores aos da iniciativa privada.

    Cargos como o de motorista e secretária do Ipea, afirma a diretora, são ocupados por remanescentes de concursos e serão extintos. No caso do Hospital das Forças Armadas, as carreiras buscam enfrentar a precariedade da força de trabalho, diz ela.

    Leia a reportagem completa na Folha deste domingo, que já está nas bancas.

    Assine a Folha

  15. Luiz Inácio Lula da Silva Says:

    Aus cumpanheirus do Incra,

    Eu já diçe que não leio testo com mais de treis linhas, então u cumpanheiro Franquilin Martins leu e rezumiu para mim. Tenho treis coizas a diser: Primeiru, pençei que eçe testo não foçe para mim porque meu nomi é Luiz e não Luís, eu axu incrivel que ainda tenha anaufabetu porque nunca antis na istória dese paiz um Presidente feis tantas univerçidades. Segundu, a reforma agrária nao é intereçe dos cumpanheirus Sarnei e Renan Calheros, e comu eu presizo du apoio deles nu Congresso, então o Incra sifu. E quartu, quem faiz greve está na verdade entrandu di fériaz, por izo mandei u cumpanheiru Paulu Bernardo cortar os salarius. E seisto, si voceis nao quizeren que u Incra seja privatisado, é melhor votaren na cumpanheira Dilma!

    • Michael Scofield Says:

      Querido Presidente da República;
      peça ao Franklin Martins para escrever seus e-mails, porque ta foda de ler e enternder. Gostaria de saber do senhor, onde foi tirada essa foto do link? Por acaso estavas na Granja do Torto um pouquinho torto???

      Saudações,

      MS.

  16. analista adm Says:

    Gostaria de lembrar que o número de servidores que saíram do Incra nos últimos oito anos supera MUITO o número de servidores que entraram na Casa por meio de concurso público, já contando os que entrarão com a aprovação no concurso deste ano. Ou seja: MESMO COM ESSES TRÊS ÚLTIMOS CONCURSOS, OS SERVIDORES DO INCRA CONTINUAM SOBRECARREGADOS! Além disso, a mobilização não é apenas porque de todas as autarquias públicas federais o Incra é a que tem a remuneração mais baixa, mas também – e principalmente – porque existem discrepâncias muito grandes entre as remunerações de servidores com o mesmo nível acadêmico e hierárquico! Isso precisa ser corrigido, é a tal ISONOMIA! Além disso, nosso plano de carreira não incentiva o servidor a se especializar… Um servidor com mestrado só começa a receber um adicional por conta de sua qualificação após 12 anos de serviço no Incra. É claro que, inteligente que é, ela acaba fazendo outro concurso e indo para um órgão que valorize mais sua qualificação. Aparentemente, este governo tem a intenção de acabar com o Incra, como não tem coragem de assumir que não dá valor à reforma agrária e à democracia no meio rural, utiliza uma forma mais cruél de ataque, sucateando o Incra e punindo seus servidores! Sabe o que é pior: os indicados políticos que ocupam cargo de chefia no Incra acharam graça das palavras do Lula. Por isso dá para ter certeza que ninguém está nem aí para nós!

  17. OS AGRONÔMOS SÃO UM BANDO DE BABACAS!!! Says:

    Dizer o quê?! Já disse ai em cima!!!

  18. Vitor Py Machado/SR11 Says:

    Parabéns a CNASI pela iniciativa do Blog, pois ele é um meio rápido e pratico pra manter a base informada. No entanto os comentários foram ao nível da mesquinharia e estupidez. Um cidadão brasileiro comum, que acessar o ‘debate’ vai achar que um salário mínimo é muito para quem promove debate de tão baixo nível. Felizmente estamos em uma democracia, portanto não existe motivo para nomes falsos para nos escondermos. Os comentários somente deveriam ser divulgados com nome e SR de quem postou, caso contrário vai resultar no que estamos lendo, um festival de xingamentos que em nada contribuem em nossa luta melhoria salarial e um projeto decente de reforma agrária e ordenamento fundiário no Brasil.

    • Sergio Pinto/SR11 Says:

      Mesmo trabalhando na mesma SR não conversamos sobre estes comentários postados aqui do Blog (estou de férias) mas tive a mesma impressão dos comentários aqui colocados: pessoas que não se identificam (anonimas), baixo nível, agressoes verbais (inclusive ameaças físicas), chacotas, brincadeiras sem sentido, mesquinharia, poucos falam com educação e acrescentam algo. A grande maioria faz comentários por pura brincadeira. Entendo que o problema está no moderador, me desculpe o Reginaldo mas, apesar do seu esforço, blog que se preze deve ter moderador atento e restritivo não permitindo posts que desabonem o proprio blog. Se eu estiver errado e o INCRA é o que passa nos comentários aqui postados realmente chegamos ao fundo do poço. Ai vou ter que concordar com o governo que diz que o INCRA so atrapalha não da nenhum ganho político. Reginaldo, pra fechar, concordo que o texto foi bem suave, talvez até de mais, e também muito longo. Apesar da crítica mantenhasse o Blog, que é um moderno, rápido e democrático meio de comunicação.

      • cnasilutas Says:

        Caro Sergio
        Concordo com vc. A liberação total dos comentários tem por objetivo de ser uma válvula de escape dos servidores, sentir o nível de indignação da categoria e permitir o contraponto, inclusive dos agrônomos. Procuro não interferir, embora busco responder as dúvidas e acusações contra a Cnasi. A liberação total é por causa do momento de negociação. Mais tarde estamos pensando em fazer filtros.
        Um abraço
        Reginaldo

    • Ulysses Morbeck / SEDE Says:

      Concordo plenamente com você Vitor

      • Marja Pfeifer Coelho - Incra/SR-11 Says:

        Endosso as observações dos colegas. Estamos ajundando a soterrar nossa imagem pública com estes comentários.

      • cnasilutas Says:

        Prezada Marja, Ulisses e demais colegas
        Em breve vou filtrar as mensagens, pois a liberação total já cumpriu seus objetivos
        Em tempo, bem vinda a este espaço Marja.
        Um abraço
        Reginaldo

  19. Luiz Inácio Lula da Silva Says:

    Qui é iço cumpaheiro? Olha u respeitu com as autoridade. Eu tumei u puder i u puder é meu. O Franquilin vai mandá imail quando eu mandá. A fotu foi tirada pela minha galega quandu u cumpanheiro terminô de rezumi a carta da Quinazi duranti a rodada de pinga.

  20. Luiz Inácio Lula da Silva Says:

    Aus cumpanheiros da Quinazi,

    Eu avizo que nao queru sabê de carta nenhuma. Mas si us cumpanheirus do Incra quizerem vir au palaciu para uma rodade de quichaça, estam todus convidadus.

    • Michael Scofield Says:

      Ôpa!!!

    • Preguntador du MUTAAFA Says:

      Querido cumpaneiro presidente, unico e premero operário eleitu em toda a história do pais,

      A pinga é da agricultura familiar ou do agrunegócio?

      Pruque si for dos cumpaneiros trabalhador do campu a gente vai, si fur du agrunegocio a gente inté vai também, mas pra melar a eleçaõ da cumpaneira Dilma e deichá mais tortu a vossa granja. nois vai espaiar proai qui u cumpaneiro si vendió pru imperialismo y qui globalizu inté a nosa marvada.

      MUTAAFA
      Muvimento dos Trabalhadores Alcoolicos Anõnimos da Agricultura Familiar

  21. Preguntador du MUTAAFA Says:

    Querido cumpaneiro presidente, unico e premero operário eleitu em toda a história do pais,

    A pinga é da agricultura familiar ou do agrunegócio?

    Pruque si for dos cumpaneiros trabalhador do campu a gente vai, si fur du agrunegocio a gente inté vai também, mas pra melar a eleçaõ da cumpaneira Dilma e deichá mais tortu a vossa granja. nois vai espaiar proai qui u cumpaneiro si vendió pru imperialismo y qui globalizu inté a nosa marvada.

    MUTAAFA – Muvimento dos Trabalhadores Alcoolicos Anõnimos da Agricultura Familiar

  22. tô Puto Says:

    Pessoal…. Acho que essa resposta tem que ser dada e vinculada nos grandes jornais do país. Na televisão principalmente…. Outra coisa! Temos que fazer é um dossiê em cada SR e formar uma comissão e ir no Ministério Público Federal e mostrar ao Fiscal da lei a real situação dos servidores do INCRA….. Chega de apanhar e fica calado….. Faxina Geral…..

    • cnasilutas Says:

      Caros
      Essa resposta da Cnasi a Lula foi repassada aos grandes meios de comunicação. Vamos ver se eles vão reproduzir.
      Um abraço
      Reginaldo

    • William Bonner Says:

      Caro “tô Puto”,

      É melhor sonhar do que não fazer nada, já dizia o poeta… Por acaso o Sr. pensa que eu não tenho o que fazer???
      Você acha que a Rede Globo vai perder o seu tempo e dinheiro lendo uma bobagem dessas??? É melhor voltar a estudar pra outro concurso meu amigo!!!

      Boa noite!

      PS: Onde será que está a Fátima?

  23. Cyro Matavelli Says:

    Prezado Eduardo Nogueira, estou numa ordem de serviço para avaliar 5000 ha de pinus em uma área quilombola aqui em Santa Catarina. Minha ART vai estar lá e com 4 anos de Incra tennho mais ARTs que muitos Agronomos velhos de guerra no Incra que nunca pisaram na Obtenção. Convido a participar da avaliação, estamos precisando de caras bons como vc……imagino como antes dos florestais entrar no incra era avaliado florestas!!!!imagino não!!!eu sei!!!!chutômetro!!!!!!

  24. César Says:

    Que isso… os fiscais federais agropecuários peritos do incra não utilizam essa metodologia aborda por você não – chutômetro, utilizam de modernos métodos baseados no gps garmin, munidos de lápis e papel de pão para anotar as coordenas, que gentilmente, algum desenhista da cartografia irá transformar para algum sistema válido e fazer o mapinha para o dito assinar….

  25. Engenheiro Master Says:

    Rapaz! é desse jeito mesmo!
    RS!

    • César Says:

      Ainda se dizem peritos…. que eles não têm vergonha na cara já imaginávamos, né: olha as bizarrices que eles vêm divulgando para a sociedade a respeito do trabalho que eles pensam que fazer, quer dizer, acreditam que conseguirão fazer! Peritos de quê mesmo???

  26. AGR Says:

    KKKK podem esperar q a isonomia vai chegar ja viram enfermeiro ganhar igual a medicoo choro de vcs é mudo acho q os engenheiros e florestais tem todo merito sim mas o resto dos niveis superiores tão no incra p carregar processo e tramitar sisprot calcular meu salario e imprimir folha de frequência acordem engenheiros (civil e florestal)

    • Sérgio SR(09) Says:

      Bom, AGR, Tenho Licenciatura, Bacharelado e Mestrado em Geografia, formado Pela Unesp de Presidente Prudente, com ênfase em Reforma Agrária, só minhas gradações levaram 6 anos, sou discipulo, entre outros, de Bernardo Mançano Fernandes e Ariovaldo Umbelino de Oliveira, Possuo, quase mil horas de capacitação e participação em congressos nacionais e internacionais, inúmeros artigos científicos publicados, todos na área de Reforma Agrária, já viagei por via terrestre por todo o Brasil e boa parte da América Latina, sempre sem dinheiro e convivendo com os povos expoliados, à exemplo de Sem terra, faxinais, quilombolas, caiçaras, favelados, moradores de rua, etc, e você vem me dizer que vc é o médico da sociedade e eu sou o enfermeiro!!!!
      vá se foder batateiro!
      nunca dei moral a essa pretensa briguinha entre clases de nível superior do Incra por acreditar que somos todos iguais, agora vem um ignorante analfabeto, que fez agronomia e nem mesmo é engenheiro de verdade, querendo não só se equiparar a mim no quesito conhecimento mas dizer que eu sou apenas uma auxiliar do dotô????
      ninguém merece esses caras mesmo viu! pura empáfia e arrogância, pouco ou nenhum conteúdo!

  27. AGR Says:

    no dia q tiver isonomia vou querer virar analista p me preocupar so co essas coisas descritas acima

  28. agr Says:

    Essa semana estou indo p o campo fzr umas vistorias p regularização fundiaria e meu chefe pediu p eu botar um analista na viagem p ele ir carregar os processos p me ajudar e eu vou fzr as vistorias vou deixar p ele ganhar umas diarizinha
    ps:é p isso q analista serve carregar processo tramitar no siprot fazer meu contra cheque e imprimir folha de frequencia
    deixem de ser sonhadores ja viram enfermeiro ganhar igual a medico
    no dia q tivee isonomia vou p o rh fica fazendo contra cheque e imprimindo aviso d ferias
    Palhaçada isso de isonomia pior q os manés estõa gastanto suas energias nisso ao invez de buscarem uma luta real e não ficar pegando carona

    • Sérgio SR(09) Says:

      óhhh,
      estou admirado da importancia do pretenso dotozinho de merda.

    • CalçaBranca Says:

      Qual vistoria de regularização, aquela que é meramente declaratória e que os técnicos agrícolas podem fazer? Belo trabalho que o dotô desenvolve! É tanto calça-branca nesse incra, tanto, que se prestam à isso, a dirigir, à imprimir folhas de ponto, à assessorar a secretária do chefe… ainda vem aqui pirraçar os outros… put# profissionalzinho de m$%da você!!!!

  29. Analista II SR03/PE Says:

    Parabéns à CNASI pela resposta.
    Gostaria de sugerir que houvesse algum critério de postagem evitando-se
    baboseiras e troca gratuita de “amabilidades”.

    • Sérgio SR(09) Says:

      concordo contigo, mas dessa ver me queimei, trabalho pra caramba, parece as vezes que carrego a reforma agrária nas costas, por esses tempos estava realizando a pesquisa sobre qualidade de vida no meio rural pedida diretamente pelo Holf, carregando 3 agronomos que embora sejam muito meus amigos, reconhecem que não teriam conseguido realizar nada sozinhos, visto que trabalhamos em equipe e todos fazem o mesmo trabalho, e agora vem esse bostinha, formado da UFQ (universidade de fundo de quintal), pretensioso, dizendo que é o supra sumo gostosão da bala chita.

      • Heron SR/18 Says:

        Caro Sérgio, concordo com vc!!
        Quem não defendo a isonomia não tem o menor sentido de equipe!!
        A pergunta que não quer calar, e se eles ganhassem menos?? Será que continuariam sendo os ‘médicos’ e nós os ‘enfermeiros’??
        Afinal, sem o, tão desmerecido, cartão de ponto assinado nenhum de nós receberíamos o salário!! A importância de cada trabalho está no sentido que cada um coloca nele!!! Tem mto ‘doto’ que não quero nem passar na porta do consultório!!

  30. Analistas Adm Says:

    Reginaldo,
    Temos algum ganho em termos de pressão política?
    Estamos avançando nesse quesito?
    Você já havia falado que alguma coisas não pdoeriam ser repassadas aqui enquanto não estiverem concretizadas, porém, dá para nos dar alguma idéia da evolução da nossa mobilização?
    Concordo com o amigo acima, se o nível das conversas continuar dessa maneira estaremos confirmando a situação que o Presidente falou de nós!
    Aqui é um local sério e não há espaços para brincadeiras. Sugiro a moderação nas postagens!

    • cnasilutas Says:

      Caro analista
      Há progressos verbalizados e em nossas análises, mas anda não efetivados materialmente. Estamos pressionando.
      Um abraço
      Reginaldo

  31. HENDRIX Says:

    O cumpanhero Lula poderia mandá uma msg para os agronomo que stão postando no site da quinazi, gostariamos de ver a posição do chefe a respeito dessas declarações dos nossos “colegas”.

  32. José Serra Says:

    Servidores do Incra,

    O Lula só fala bobagem.
    O Brasil pode mais!
    O Incra pode mais!
    Para frente, Brasil!

  33. Ulysses Morbeck Says:

    Na boa reginaldo, cria um filtro nas postagens. Tem algumas coisas que agente até entende que devem ser colocadas aqui. Mas alguns tipos de ofensas acho que podem ser excluídas desse ambiente.

  34. CalçaBranca Says:

    Reginaldo, acho que não merecemos essas mensagens desses agrônomos não, com essa pretensão não… Se vir aqui para agregar, ótimo; do contrário, que fiquem lá em seus fóruns fechados… às escuras… como sempre fazem…

  35. Aécio Neves Says:

    Servidores do INCRA,
    Apoio totalmente a greve e a pauta de vcs, mas como não sou candidato à presidência da república, não posso fazer grandes coisas.
    Mas fica aqui o meu apoio e a minha solidariedade.
    Qualquer comentário poderá ser postado neste e-mail:
    quasecandidato@hotmail.com
    PS.: Quando eu for presidente da república farei a isonomia salarial no INCRA! Eu prometo!

  36. Endereço IPs Says:

    Senhores,

    Tenho a lista dos endereços IPs das mensagens postadas. A maioria foi postada no próprio Incra. Caso alguém se sinta ofendido e queira abrir um processo criminal por crimes contra a honra, estou a disposição. Cabe processo administrativo também para aqueles que se utilizaram dos meios da Autarquia para ofender colegas. NO CASO DA PESSOA INTITULADA POR”AGR” CABE UMA AÇÃO COLETIVA E O PIOR É QUE ELE UTILIZOU UM PC DO INCRA, O QUE FOI MAIS FÁCIL IDENTIFICÁ-LO.

    Valeu.

    • Engenheiro Master Says:

      Caro Endereço IP’s,
      Fico pensando sobro o que seria pior, ler e receber as “ofensas”, que meu ver parecem mais desabafos que ofensas, ou imaginar uma atitude tão enérgica como esta sua, de dizer: “Tenho o IP de cada máquina… cabe processo administrativo e judicial”
      Entendo que o debate é sempre construtivo, mesmo que alguns utilizem de expressões mais acentuadas e irônicas. Não se esqueça: na maioria das vezes é tudo brincadeira! Somos colegas e, em alguns casos, amigos.
      Deixa esta história de processo para os Promotores de Justiça, que ganham infinitamente mais que nós!
      No mais vamos é aproveitar a situação e rir de nós mesmos!
      Abraços

  37. Avante Says:

    Parabéns a toda equipe da CNASI.

  38. Analistas Adm Says:

    Reginaldo,

    Mesmo depois de todas as informações postadas pela CNASI aqui, tenho verificado, não sei se é só impressão minha, que o movimento está a passos lentos. Não vejo mais nenhuma notícia a respeito dos andamentos do tal PL, do que estamos conseguindo em termos de tentarmos nos igualar ao PL 5920, o que as Associações têm feito para que o movimento não morra?
    Você vai me dizer que estão se mobilizando, mas eu gostaria de saber em que linhas isso vem sendo realziado!
    Desculpe a insistência…

    • cnasilutas Says:

      Caro
      Não paramos, mas realmente estamos a passos lentos, pois estamos no momento das “conversações paralelas”, dos contatos com altas instâncias do congresso e Planejamento. A coisa vai esquentar novamente na segunda-feira quando o PL já tenha sido encaminhado ao Congresso. Aí vamos intensificar os contatos, inclusive com ajuda das associações. Fique à vontade para insistir.
      Outra coisa, a partir de hoje ampliei o filtro das mensagens não para proibir o democrático direito de se manifestar, mas para barrar a falta de respeito com os demais colegas. Todos os comentários não ofensivos serão liberados, inclusive os que criticarem a Cnasi.
      Um abraço
      Reginaldo – jornalista

    • Ulysses Morbeck Says:

      Caro analista adm, gostaria de saber também se você está fazendo algum tipo de trabalho ou mobilização na sua regional/setor. É fácil cobrar a CNASI, o difícil e fazer alguma coisa pra ajudar (não que você não esjeta).

      • Analistas Adm Says:

        Caro Ulysses,
        Não sei se você entendeu bem a minha mensagem. Não estou criticando estou solicitando informações justamente para ver o que está sendo feito. A CNASI é a nossa representação NACIONAL, nada mais justo do que saber como as coisas vão.
        Pode ter a certeza de que estou fazendo a minha parte na minha regional assim como fiz quando estive em Brasília.
        Não preciso dar satisfações a respeito da minha contribuição, por isso temos um Sindicato.

      • Ulysses Morbeck Says:

        Penso justamente o contrário, acho que pra cobrarmos satisfações do sindicato temos que dar alguma contribuição. Que bom que você está fazendo sua parte ai na regional, continue assim. Forte abraço!

  39. César Says:

    Reginaldo, temos algum encaminhamento por parte da Condsef? E com relação ao MPOG, temos novidades com relação à proposta referente à outra carreira?

  40. Juliano Says:

    O motivo de sempre permanecermos em Greve é: QUE NUNCA ENTRAMOS EM GREVE REAL. Nosso Presidente, homem de larga experiência no mecanismo de funcionamento de greves, homem de levantes de milhares de operários do ABC Paulista, sabe muito bem que os Servidores do INCRA NUNCA PARALIZARAM. Por este motivo, somos até chacoalhados pelo Planalto.

    • Analistas Adm Says:

      Você disse tudo!
      Dá inveja ver a greve do IBAMA. Os servidores entregando os cargos DAS e os demais resistindo na greve até hoje!!!
      Mas enauqnto o INCRA não renovar isso não será possível!

    • Edson Says:

      tem q paralizar pra ôge.

  41. César Says:

    Temos ATAS de reunião deliberando por estado de GREVE, poderíamos medir nosso grau de mobilização, se é que há, e havaliar essa possibilidade. Ainda penso não estarmos vencidos. Justifico: estando o PL protocolado pelo MPOG, este está passível de alteração a qualquer tempo, claro que sua aprovação depende do ministério. Nesse sentido, nos valemos desse recurso (Greve – paralelo às negociações com os deputados) para pressionarmos o MPOG a readequar a proposta, caminhando inclusive para um carreirão no INCRA – Isonomia no NS e melhora para os NI e NA.

  42. César Says:

    Avaliar com H ficou ótimo!

  43. Heron SR/18 Says:

    Caro Reginaldo, não precisa publicar esse post, apenas uma sugestão para a CNASI!!
    Creio que, realmente, essa ferramente pode ter muita utilidade para nós!
    Em um post escrito por você, deu a entender que existe um debate sobre a “recriação” do INCRA!! Sei que não podes entrar em detalhes, mas já entendi o recado!! Querendo ajudar sugiro que seja criado um espaço para que nós enviassemos sugestões para dar mais dinâmica ao nosso trabalho!! Acho que muitos servidores estão dispostos a contribuir e não encontram espaço em suas SR’s, até por fatores políticos!!
    Esse espaço poderia servir para que nós tívessemos como debater propostas, um exemplo é o site do presidenciável José Serra, não estou fazendo campanha mas esse site é um bom espaço para demonstrar idéias e propostas para o candidato (http://propostaserra.ning.com/). Repito que não sou, ou faço, campanha, mas como Administrador, achei muito interessante, tecnicamente falando, esse meio de expor idéias, quem sabe um nosso?? Pra trocarmos eperiências entre as Superintendêcia!!! Digo isso, pois a Divisão de Adminstração funciona muito diferente em algumas SR’s que tive oportunidade de trabalhar!!
    Boa sorte nas nossas negociações, espero que tenha contribuido um pouco!!
    p.s.: meu e-mail é heron.barbosa@jpa.incra.gov.br

    • cnasilutas Says:

      Caro Heron
      Realmente estamos apenas esperando a atual fase ser finalizada (ou estiver bem adiantada) para darmos sequencia a uma dicussão da estruturação do Incra, em todos os aspectos. Suas sugestões são muito bem aceitas e vamos abrir um canal para recepcionar opiniões e colaborações sérias de todos à temática. Temos já um esqueleto da linha que iremos defender, mas aceitamos direcionamentos, opiniões contraditórias, colaborações outras, etc.
      Assim q fecharmos minimamente a linha de atuação vamos reproduzir o material neste blog e no futura site da Cnasi para as colaborações, que tanto poderá ser feita por aqui, como por meio de impressos enviadas por correio, bem como videoconferência que estamos pensando em convocar com todos os servidores para discutir a temática, etc.
      No mais, é isso. Ficamos imensamente agradecidos com a vossa disposição em ajudar.
      Um abraço
      Reginaldo – jornalista

    • Leandro Says:

      se tem que se registrar para ler é pq não tem compromisso com a informação. logo, não serve!

  44. Quero aumento Says:

    Vai sair algum aumento para o pessoal do INCRA? O projeto de lei pl5920/2009 virou lei ordinária 12277/2010 de 30 de junho de 2010. Abraço.

  45. Mônica Oliveira Franco de Sá Says:

    Não devemos nos dividir em classes elitista e trabalhadora dentro do orgão onde passamos (ou todos deveriam…) 8 horas por dia.
    O nível superior qualifica a todos e o curso escolhido conforme nossa aptidão não deve gerar castas.
    Há analistas porque são necessários, há agronomos pq também o são.
    E se somos todos operantes na instituição, merecemos o mesmo salário, porque temos o mesmo nível superior.
    Ofensas são ridículas e o conformismo corroi a alma e nos deixa velhos.
    Quem conseguir passar em outro concurso, ótimo!
    Quem não conseguir, deve cuidar para preservar um bom ambiente de trabalho e lutar com dignidade por igualdade de condições de salários.

  46. Raul Jungmann Says:

    O idiota do Lula nem sequer teve acesso à carta da Cnasi.
    Como sempre, ele nunca sabe de nada.
    O pessoal do INCRA vai continuar sendo enganado.

Os comentários estão fechados.


%d bloggers like this: