Archive for Outubro, 2010

CONTA A SER PAGA AO FUNCIONALISMO PELA UNIÃO PODE CHEGAR A R$ 33,7 BILHÕES

28/10/2010

Esta quinta-feira (28/10) é o Dia do Servidor Público e, além da comemoração, a categoria aproveita a data para reafirmar uma extensa pauta de reivindicações. Seja qual for o próximo presidente da República, ele herdará uma fatura a ser paga pela União ao funcionalismo. A conta está em fase de confecção no Congresso Nacional. O gasto adicional do próximo presidente pode chegar a R$ 33,7 bilhões se forem aprovados projetos que preveem, por exemplo, aumento do piso salarial para policiais e bombeiros, reestruturação de carreiras do Judiciário e criação de 5,3 mil vagas para agente de combate às endemias, entre outros.

Fonte: Correio Braziliense

Saiba mais no http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia182/2010/10/28/economia,i=220320/CONTA+A+SER+PAGA+AO+FUCIONALISMO+PELA+UNIAO+PODE+CHEGAR+A+R+33+7+BILHOES.shtml

Anúncios

CERCA DE MEIO MILHÃO DE BRASILEIROS E BRASILEIRAS DIZEM SIM AO LIMITE DA PROPRIEDADE DE TERRA

19/10/2010

O Fórum Nacional pela Reforma Agrária e Justiça no Campo entregou nesta terça-feira (19) à sociedade brasileira o resultado do Plebiscito Popular sobre o Limite da Propriedade, realizado de 1º a 12 de setembro. Participaram deste plebiscito 519.623 pessoas, em 23 estados brasileiros e no Distrito Federal. Só não participaram do mesmo, Santa Catarina, Amapá e Acre que optaram por fazer o abaixo-assinado, somente. Eram admitidas à votação pessoas acima de 16 anos, portanto em condições de votar.

Duas foram as perguntas formuladas às quais se devia responder sim ou não. A primeira: Você concorda que as grandes propriedades de terra no Brasil, devem ter um limite máximo de tamanho? A segunda: Você concorda que o limite das grandes propriedades de terra no Brasil possibilita aumentar a produção de alimentos saudáveis e melhorar as condições de vida no campo e na cidade?

95,52% (495.424) responderam afirmativamente à primeira pergunta, 3,52% (18.223), negativamente, 0,63% foram votos em branco e 0,34%, votos nulos. Em relação à segunda pergunta os que responderam sim foram 94,39% (489.666), 4,27% (22.158) responderam não, 0,89 % foram votos em branco e 0,45%, votos nulos

Saiba mais no http://www.limitedaterra.org.br/noticiasDetalhe.php?id=311

Fonte: Ascom FNRA

SERVIDORES EXIGEM O ATENDIMENTO DE SUAS REIVINDICAÇÕES

13/10/2010

Independentemente do período eleitoral, a CUT e suas entidades filiadas continuam cobrando com  insistência do governo o atendimento das reivindicações gerais dos trabalhadores, tais como a redução da carga horária para 40 horas sem redução de salário e a atualização do índice de produtividade da terra, além do atendimento das reivindicações específicas dos servidores federais, como o restabelecimento da data-base em 1º de maio, a paridade ativo, aposentado e pensionista e a devolução imediata dos valores descontados indevidamente em função da greve.

Um comunicado com este conteúdo foi veiculado na página no Sindsep-DF. Confira a íntegra do conteúdo no http://www.sindsep-df.com.br/index.php?secao=secoes.php&sc=&id=9216&url=pg_noticias.php&sub=MA==

Fonte: Ascom Cnasi

APÓS ELEIÇÃO, CONDSEF VAI A PLANEJAMENTO DISCUTIR “JANELA LEGISLATIVA”

01/10/2010

A Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef) vai buscar contato com o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, a partir do dia 4 de outubro, segunda-feira, assim que for concluído o primeiro turno das eleições 2010. O objetivo é cobrar o envio de projetos que atendem 27 categorias da base da Confederação.

A cobrança é motivada pela afirmação de Paulo Bernardo, feita no início de julho a entidades representativas de servidores federais, de que uma “janela legislativa” seria aberta em outubro, justamente após as eleições. Todas as pendências, segundo PB, seriam discutidas no “governo de transição”.

Saiba mais no http://www.condsef.org.br/portal3/index.php?option=com_content&view=article&id=4610:2809-apos-eleicoes-condsef-vai-a-planejamento-discutir-janela-legislativa&catid=35:notas-condsef&Itemid=222

Fonte: Ascom Condsef